8 de junho de 2011

Epopéia urbana

Hoje eu acordei e pensei: 'vou fazer algo diferente, vou sair no horário do trabalho'. Me fodi!
A luz piscou e fez meu computador desligar 3 vezes durante o dia. Primeiro sinal.
Deixei meu óculos bom pra arrumar a lente. Usei o reserva. Não enxergo bem nele e me deu dor de cabeça. Segundo sinal.
Pouco antes da hora de ir embora, começou a cair o mundo em chuva. Terceiro sinal.
Eu, feliz e contente, dei uma de Rei Leão e disse: 'eu rio na cara do perigo, vou embora no horário'. Período pré-clímax.
Saquei meu guarda-chuva surrado e capenga da mochila pra enfrentar a leve garoa. Música de suspense.
18h15 foi a hora que cheguei no ponto. Clímax. O céu despenca em água, vira meu surrado guarda-chuva do avesso, e nada do ônibus. Tensão.
O vento fica bem forte, as mulheres gritam no ponto, tábuas da enorme construção atingem um táxi logo em frente. Pânico.
As telhas do ponto que tinha o chão inundado balançam agourando os transeuntes. E 30min depois, nada do ônibus. Nervosismo.
As luzem se apagam na rua, raios no céu, abandono o surrado guarda-chuva e cubro a mochila com papéis importantes com o casaco. Ira.
50min depois um pedestre avisa que uma árvore não aguentou e impediu a passagem do nosso ônibus. Chuva continua.
O telefone tocando foi protegido dentro da mochila protegida pelo casaco. A ótica deixou de dar esperanças por passar a hora do fechamento.
10min de caminhada na chuva sem o surrado guarda-chuva, pego o primeiro ônibus cheio para pegar o segundo ônibus lotado que já esvaziou.
Sentado, se acalmando, tuitando uma história baseada em fatos reais. Tudo pra dizer: não vou pra academia e vou me entupir de chocolate. Fim.

Epílogo. Desço do ônibus um pinto molhado e com o óculos ruim. No mercado, compro uma torta congelada. Quase pego sacola rasgada de novo.
No hall do elevador solto um pum pra desestressar. Chegam mais 2 pessoas pra pegar elevador.
Já em casa, tiro a roupa molhada e de cueca corro pra fazer a torta antes do banho pra matar a fome. A torta demora 45min pra ficar pronta.
Dou graças a Deus por ter comprado um sanduíche Hot Pocket, que em 1min30seg tá pronto no microondas. Alívio.
Põe a torta no forno. Separa o ketchup, o prato, tira o sanduba do microondas. Ele é duro e ruim. Decepção.
Me preparo pra torta, chocolate, banho e roupa quente sentado no vaso tuitando. Qualquer semelhança com a realidade é mera coincidência. FIM

2 comentários:

Matt... disse...

tenho até medo de dias assim

Rafael Leick disse...

hahahaha eu tb. Depois descobri que isso foi um ciclone extratropical.
Tenso!

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...